Gianecchini grava cenas de perseguição na reta final de ‘Passione’

Na trama, o vilão tenta fugir ao descobrirem todas as suas falcatruas

Reynaldo Gianecchini e a produção de ‘Passione’ se preparam para gravar cenas da tentativa de fuga de Fred

O ator dentro do carro ao lado do seu dublê para a gravação da cena da fuga

No intervalo entre as gravações, Reynaldo Gianecchini demonstra cansaço

Depois de ser desmascarado por Bete Gouveia (Fernanda Montenegro), o vilão tentará fugir

Diogo é parceiro de Totó em Passione

 
Ofuxico 
 
Mais uma reviravolta em Passione, na reta final da trama de Silvio de Abreu. Ao mesmo tempo em que planejou com a amante, Clara (Mariana Ximenes), o assassinato de Totó (Tony Ramos), Diogo (Daniel Boaventura) esteve todo o tempo mancomunado com o italiano, que se finge de morto e volta no final da trama para desmascarar a mulher.
 
“Essa versão não é incoerente. Ela ronda a minha cabeça até porque Diogo não atira no italiano”, disse Daniel ao jornal Extra.
 
A cena do assassinato será gravada nesta segunda (27), horas antes de ser exibida. Daniel Boaventura disse que se surpreendeu com o rumo de seu personagem.
 
“Não imaginava que fosse ter essa proporção. Quando entrei, a novela já era sucesso e não podia ser o elo fraco da trama, tinha a responsabilidade de não deixar a peteca cair. E acho que venho conseguindo. Estou sentindo isso forte. A abordagem das pessoas, logo nas minhas primeiras aparições, já era diferente. A amplitude do Diogo é maior do que a do Adriano de Malhação, o professor que fiz há três anos”, disse ele ao jornal.

Dilma Rousseff entra para a história como a 1ª mulher presidente do Brasil

Foi preciso pouco mais de uma hora de apuração após o fechamento das urnas em todo o país para que a matemática confirmasse a eleição da primeira mulher à presidência do Brasil. E, às 21h30 deste domingo (31), os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmavam a vitória da candidata petista Dilma Rousseff, com 55,99% doa votos. O total de votos apurados é de 99,14%. José Serra (PSDB) registrou 44,01%. O índice de abstenção atingiu 21,45%.

Dilma é a primeira mulher eleita presidente do Brasil. Nascida em 14 de dezembro de 1947, em Belo Horizonte (MG), a presidente eleita é formada em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e trabalhou na Fundação de Economia e Estatística (FEE). Depois, organizou debates no IEPES (Instituto de Estudos Políticos e Sociais) e, com Carlos Araújo, de quem é divorciada, ajudou a fundar o PDT do Rio Grande do Sul.

Prestes a terminar seu mandato, que durou oito anos, o presidente Lula viu-se incumbido a escolher um dos companheiros petistas para a sucessão no Palácio do Planalto. Preferiu olhar para dentro de seu governo e eleger um de seus ministros. Dilma Rousseff, hoje com 62 anos, ficou conhecida durante a gestão de Lula como “a mãe do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento)”.

Cai no Youtube gravações do quadro de João Gordo em “Legendários”

O Planeta TV

Vazou na internet um vídeo Amador, que mostra João Gordo gravando para o “Legendários”, novo programa da Rede Record.

As cenas mostram João Gordo em uma gravação no centro de São Luís do Maranhão. Com um bigode postiço, ele canta e satiriza personalidades políticas do Estado, chamando-o de “Sarneylândia”.

Confira: 

 
 

 

“Legendários será um programa de entretenimento com humor, não necessariamente um humorístico. A gente quer criar um novo humor, o nosso humor”, disse Marcos Mion, idealizador e diretor geral do programa, durante a entrevista coletiva.

Legendários estreia dia 10 de abril, às 21h45.

SBT escala filme “300″ para bater de frente com a estreia de “Legendários” na Record

por Ítalo Prata

Para barrar a estreia de uma das maiores apostas da Rede Record no ano de 2010(“Legendários”),  o diretor de programação do SBT, Murilo Fraga, escala “300”, um filme de enredo interessante e rico em efeitos especias! A história baseia-se em trezentos guerreiros espartanos que, liderados pelo bravo rei Leonidas (vivido por Butler), enfrentam o maior exército já reunido no mundo, formado por quase dois milhões de persas, no episódio que ficou conhecido como “A Batalha das Termópilas”.

Em sua última exibição em comemoração ao aniversário do SBT, 28 anos, a Record superou o SBT na disputa entre a estreia do reality show “Ídolos 2” e o fime “300”, exibido no Cine Espetacular. Segundo o colunista Flávio Ricco, da Tribuna da Imprensa, o programa comandado por Rodrigo Faro registrou 13 pontos de média, contra 9 do longa-metragem protagonizado por Gerard Butler. No mesmo horário, a Globo liderou o ranking de audiência, com 19 pontos, e a Band — que exibia o reality show E24 — ficou com 3. No horário cheio do filme 300, o SBT obteve 9 pontos, e a Record ficou com 10.