Ford doou o primeiro Fusion híbrido para a presidência do Brasil

O primeiro Fusion Híbrido do Brasil foi doado pela Ford à Presidência da República durante o Salão do Automóvel de São Paulo. Lula ainda sentirá o gostinho de andar em um carro oficial ecologicamente correto até o fim de dezembro. Depois, o presente será desfrutado, claro, por Dilma Rousseff. Até os 70 km/h, o modelo funciona apenas com o motor elétrico. Depois disso, o motor à combustão entra em ação. O Fusion Híbrido custa 133.900 reais.

Tribunal manda fechar serviço de músicas on-line LimeWire



O juiz federal Kimba Wood dos Estados Unidos acatou o pedido de diversas gravadoras americanas e ordenou que o LimeWire fechasse seu serviço de troca de arquivos por ser uma infração aos direitos autorais. A batalha judicial tirou do mercado uma das principais ferramentas para download de arquivos diversos.

Segundo a decisão judicial, o LimeWire deve desabilitar suas opções de “busca, download, upload, compartilhamento e distribuição de arquivos” do software, que é distribuído para que os usuários acessem e compartilhem arquivos por meio do serviço. Também conhecido como P2P (peer-to-peer), o formato permite que usuários compartilhem arquivos de música, vídeo e imagens gratuitamente.

O site oficial do serviço postou uma nota na sua página principal notificando os usuários de que “baixar e compartilhar conteúdo com direitos autorais sem autorização é ilegal”. Em declaração oficial, o executivo-chefe da empresa, George Searle, afirma estar “desapontado com o rumo dos eventos”.

A Internet e sua história

No início, o interesse era somente militar. Teve início no ano de 1969 nos Estados Unidos. Sendo assim, o governo norte-americano criou um sistema de computadores em rede que, inicialmente, interligava quatro laboratórios de pesquisa e recebeu o nome de Arpanet(Advanced Research Projects Agency Network) – Agência de Projetos e Pesqisas Avançadas em Rede).

Através de um clique, você fica por dentro de tudo o que acontece no mundo

Era necessário haver um meio de trocar informações de maneira mais segura o possivel, por isso, essa rede não possuia um núcleo central, ou seja, mesmo que uma unidade fosse destruída, as informações não seriam totalmente perdidas. O sucesso foi tão grande que, em pouco tempo, o governo norte-americano foi permitindo a implantação da Arpanet em várias universidades, empresas, e até em outras sedes do próprio governo.  

A Internet e a rede

 Aí surgiu então, a comunicação através de mensagens enviadas de um computador para o outro. Um pouco mais tarde surgiram os bancos de dados, onde pessoas podiam pesquisar e obter informações. Para isso era utilizados computadores de gande porte, o que nos dias de hoje não é tão necessário.

A Internet é uma das grandes criações do homem moderno

 A partir daí a Arpanet só cresceu. Obteve grandes melhorias na qualidade de trocas e buscas de informações, que no início dos anos 80, milhares de computadores no mundo podiam se conectar à rede. Então, devido a esse fato, a rede mundial passou a se chamar Internet.

Telescópio faz novos registros de colisão de galáxias

Terra

A administração do telescópio Chandra divulgou novos registros (veja a aba “fotos” acima para mais imagens) da colisão das galáxias Antena, que teria começado há mais de 100 milhões de anos e continua ocorrendo. O choque causou a formação de milhões de estrelas em nuvens de gás e poeira de ambas as galáxias. Dentre estas jovens estrelas, as com maior massa se desenvolveram e, em alguns milhões de anos, explodiram como supernovas.

A imagem em raio-X do Chandra mostra grandes nuvens de gás interestelar quente que foram ejetadas pelas supernovas. Essas nuvens incluem elementos ricos como oxigênio, ferro, magnésio e silicone, que irão ser incorporados em planetas e estrelas que se formarem nessas nuvens.

Os pontos mais brilhantes da imagem em raio-X são produzidos por material caindo em buracos negros e por estrelas de nêutrons, que são remanescentes de estrelas massivas após essas explodirem como supernovas.

A imagem acima combina o raio-X com o registro em infravermelho do telescópio Spitzer, que mostra nuvens quentes de poeira que foram aquecidas por jovens estrelas, sendo que as nuvens mais brilhantes ficam na região onde as duas galáxias se sobrepõem.

A imagem também contem o registro óptico do Hubble, que mostra velhas estrelas e regiões de formação de novas em dourado e branco, sendo que os filamentos de poeira aparecem em marrom. Muitos dos objetos de brilho mais fraco do registro óptico são agrupamentos que contêm milhares de estrelas.

GM Volt vai custar US$ 41 mil nos EUA

Auto Esporte 

A General Motors apresenta oficialmente na Califórnia (EUA), a versão definitiva do Volt, que começa a ser vendido no mercado norte-americano a partir de US$ 41 mil ou por sistema de leasing, com prestações mensais de US$ 350, durante 36 meses, praticamente o mesmo valor cobrado pela concorrente Nissan no seu modelo Leaf EV

As vendas do automóvel na Europa e China começam no ano que vem

O carro começa a ser vendido no Texas, Nova York, Califórnia Michigan, Connecticut, Nova Jersey e em Washington D.C. Apenas no prazo entre 12 e 28 meses é que o carro vai estar presente nos 46 estados norte-americanos, segundo o presidente mundial da GM, Ed Whitacre, que ainda disse que a produção ficará em 10 mil exemplares em 2011 atingindo 30 mil no ano seguinte. Mais acessar informações e o primeiro teste do carro, basta clicar nos links abaixo. 

Modelo elétrico da GM é a grande aposta para a recuperação finaceira da empresa

 A GM já anuncia que as baterias do Chevrolet Volt terão garantia de 8 anos. Com a garantia, a GM espera atrair compradores para o veículo “verde”, que começa a ser comercializado no mercado norte-americano no último trimestre do ano. O Volt terá autonomia de até 65 km, rodando apenas com o motor elétrico. 

Interior conta com tela de sete polegadas para acessar o monitoramento da carga das baterias, entre outras funções

Ao fim da carga, um outro motor a gasolina é acionado para alimentar as baterias e manter o bloco elétrico em funcionamento. A recarga das baterias poderá ser feita em tomadas comuns de 120 Volts em até 10 horas, ou em conexões de 240 Volts que levam quatro horas.

Duplo benefício – Estudo com ratos mostra que exercício físico é capaz de reduzir ingestão de alimentos por obesos

Se você é daqueles que lutam contra a balança, saiba que agora há mais um bolamotivo para praticar exercícios. Além de promover o gasto de energia, a atividade física é capaz de diminuir a ingestão de alimentos por obesos.

É o que mostra uma pesquisa com ratos realizada na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e apresentada na 24ª Reunião Anual da Federação das Sociedades de Biologia Experimental (Fesbe), realizada de 19 a 22 de agosto em Águas de Lindoia (SP).

A descoberta é uma mudança de paradigma no que diz respeito à relação entre atividade física e obesidade. Até então, o exercício era visto somente como forma de promover o gasto de energia. O novo estudo, vinculado ao Instituto Nacional de Obesidade e Diabetes, mostra que o exercício tem um duplo benefício.

A obesidade, hoje considerada um problema de saúde mundial, provoca um processo de inflamação de baixa intensidade em uma região do cérebro chamada hipotálamo, que, entre outras funções, está envolvida no controle da saciedade.

Em um indivíduo saudável, o hipotálamo é sensível à ação dos hormônios insulina e leptina, que conseguem penetrar nesse tecido cerebral e aumentar a expressão de peptídeos (chamados anorexigênicos) que reduzem a ingestão de alimentos. Mas a inflamação faz com que o hipotálamo se torne resistente à ação da insulina e da leptina.

Uma forma de vencer essa resistência é o que descobriram o professor de educação física Eduardo Ropelle e seu orientador, o médico José Barreto, ambos do Laboratório de Investigação Clínica em Resistência à Insulina, da Unicamp.

O estudo feito por eles mostrou que a atividade física é capaz de reduzir a inflamação no hipotálamo de obesos e restaurar a sensibilidade dos neurônios dessa região à insulina e à leptina. Esse efeito contribui para a redução da ingestão alimentar e, consequentemente, do peso corporal. “Até hoje nenhuma terapia havia sido capaz de reverter a inflamação hipotalâmica”, comemora Ropelle.

Proteína anti-inflamatória

Para chegar a essa conclusão, a equipe submeteu 34 ratos magros e obesos a duas sessões de 3 horas de exercício com 45 minutos de intervalo entre elas. “Com apenas uma sessão de exercício, a ingestão alimentar dos ratos obesos foi reduzida aos níveis observados nos ratos magros”, conta Ropelle.

Em testes feitos com ratos magros e obesos, pesquisadores da Unicamp verificaram que bastava apenas uma sessão de 3 horas de exercício para que a ingestão de alimentos nos animais obesos diminuísse aos mesmos níveis observados nos animais magros

Em testes feitos com ratos magros e obesos, pesquisadores da Unicamp verificaram que bastava apenas uma sessão de 3 horas de exercício para que a ingestão de alimentos nos animais obesos diminuísse aos mesmos níveis observados nos animais magros

Segundo o pesquisador, esse fenômeno se deve à ação da proteína interleucina-6, produzida no hipotálamo em resposta ao exercício físico.

“Embora esta seja uma proteína inflamatória, dependendo do tecido do corpo, ela pode fazer a inflamação avançar ou reduzir”, explica Ropelle. No caso do hipotálamo, a interleucina-6 aumenta a produção de interleucina-10, que é uma proteína anti-inflamatória.

“O exercício é um modelo capaz de alterar localmente a interleucina-6”, explica o pesquisador. Para confirmar a ação dessa proteína, o grupo injetou-a no hipotálamo de ratos obesos e também observou a redução da ingestão alimentar. “A interleucina-6 mimetizou o efeito do exercício”, conclui Ropelle.

Não se iluda
Mas, se você não é muito chegado à atividade física e já está pensando na possibilidade de uma droga milagrosa que aumente a quantidade de interleucina-6 no hipotálamo, não se iluda. Ropelle esclarece que a proteína precisaria ser aumentada somente nessa região do cérebro – pois ela tem ação diferente em outros tecidos do corpo –, o que não é uma tarefa fácil.

Além disso, mesmo que a interleucina-6 pudesse ser direcionada ao hipotálamo, sua administração por via externa poderia afetar outras funções controladas por essa área cerebral, como a secreção de hormônios e a temperatura corporal. Portanto, mais do que nunca, o melhor remédio contra a obesidade é mesmo o exercício.  

Thaís Fernandes (*)
Ciência Hoje On-line

O menor computador do mundo

A Compulab, uma empresa israelense, promete um salto de qualidade em relação ao design e tamanho na utilização dos computadores de mesa (desktops). O Fit PC2 que tem o tamanho de um modem adsl e com uma configuração: CPU Intel Atom Z530 1.6GHz, HD de 160GB SATA, WiFi 802.11b/g, Ubuntu Linux 8.04 e 1GB DDR2, pode custar em torno de 690 reais (359 dólares).

pc21

 

pc22

 

pc23

 

pc24

 

Metamorfose digital

Com pesquisa e sem alarde – Iniciativa internacional aposta em estudos de toxicidade para desenvolver nanomateriais seguros

Um consórcio liderado por 14 pesquisadores de 11 instituições da Europa e Estados Unidos está empenhado em descobrir os potenciais efeitos adversos dos nanomateriais sobre o sistema imunológico. A ideia é encontrar, o quanto antes, alternativas para os compostos que tiverem algum grau de toxicidade à saúde humana.

Para realizar tal tarefa, o projeto Nanommune conta com uma equipe multidisciplinar de pesquisadores. Divididos em grupos de trabalho, eles estudam a síntese e a caracterização de diversas classes de nanomateriais e conduzem testes em culturas de células e em animais expostos a esses materiais.

Com base nos resultados, eles irão desenvolver protocolos para a análise da toxicidade em pesquisas nanotecnológicas.

NANOO projeto já tem vários estudos em andamento. Alguns deles confirmaram efeitos nocivos da exposição direta de ratos a nanotubos de carbono, apontados em pesquisas anteriores. Mas o objetivo não é apenas identificar problemas: a maior parte dos trabalhos publicados no âmbito dessa iniciativa aponta caminhos para se minimizarem os potenciais impactos negativos dos nanomateriais.

Exemplo disso é um estudo de Valerian Kagan e Alexander Star, da Universidade de Pittsburgh (EUA). Usando uma enzima derivada da raiz-forte (peroxidase), os pesquisadores conseguiram induzir a biodegradação de nanotubos de carbono. A partir desse resultado, eles buscam estratégias de controle da biodegradação de nanomateriais que possam levar à redução de seus efeitos tóxicos em seres vivos.

Já Bengt Fadeel e Alfonso Garcia-Bennett, do Instituto Karolinska (Suécia), publicaram recentemente trabalho mostrando que as partículas de sílica mesoporosa não são tóxicas para células do sistema imunológico (macrófagos). “Sugerimos, portanto, que esses materiais sejam utilizados em aplicações biomédicas, inclusive como veículos administradores de medicamentos ou de antígenos”, explica Fadeel, coordenador do Nanommune, à CH On-line.

Somar esforços
O caráter competitivo da ciência tende a levar à duplicação de pesquisas em diversas áreas. No caso da nanotoxicologia, no entanto, Fadeel defende a união de esforços entre países para que se conheçam os potenciais efeitos negativos dos nanomateriais ainda na fase inicial de desenvolvimento. “Se descobrirmos só depois que eles são de fato perigosos, isso afetará o desenvolvimento da área e a confiança da sociedade em novas tecnologias”, pondera.

O físico Marcos Pimenta, da Universidade Federal de Minas Gerais, concorda. Ele coordena o novo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Nanomateriais de Carbono, que dará especial atenção às pesquisas nanotoxicológicas, ainda incipientes no Brasil.

“Essa é uma questão que nos preocupa. Temos que estudar bem esses materiais e encontrar maneiras de modificá-los no sentido de diminuir efeitos negativos onde eles existirem”, afirma o físico, que vê com bons NANO2olhos a colaboração entre grupos. “Nossa rede teria todo o interesse em participar de um esforço coletivo nesse sentido.”

Uma nova abordagem
Quando o assunto é risco e efeitos adversos, é comum haver um certo temor por parte da comunidade científica de que o botão de alarme seja acionado de forma irresponsável, criando na sociedade uma predisposição à rejeição de uma nova tecnologia, como aconteceu no caso dos organismos geneticamente modificados.

Para que o mesmo não ocorra com a nanotecnologia, Fadeel insiste que os cientistas divulguem os seus estudos de forma profissional, sem criar alarde infundado e sem fazer extrapolações irreais. Para isso, os parceiros do Nanommune se comprometeram a disseminar suas pesquisas ao público em entrevistas, oficinas, publicações e outros meios.

No Brasil, pesquisadores que trabalham na área começam a tomar consciência da importância de divulgar seus estudos, tendo eles resultados positivos ou negativos. “O alarde ocorre quando não há divulgação científica bem feita”, acredita Pimenta. “Temos que estudar os riscos e mostrar os resultados para que as pessoas não se baseiem em ficção científica”, completa, referindo-se ao livro Prey (“Presa”, em português), de Michael Crichton, que alarmou leitores em todo o mundo em relação à nanotecnologia.

Tanto Pimenta quanto Fadeel, que apresentou o projeto Nanommune na Conferência Mundial de Jornalistas de Ciência, realizada no mês passado em Londres, ressaltaram o importante papel a ser desempenhado pela mídia ao noticiar sem exagerar nem os benefícios nem os riscos de nanotecnologias emergentes.

Os 10 exércitos mais fortes do mundo

Países fortes conjugam batalhões numerosos, altos orçamentos e armas de última geração

EUA1. Estados Unidos

Efetivo: 1 414 000 soldados

Gasto militar anual: 329 bilhões de dólares (1 138 dólares por habitante)

Armas nucleares: sim

Única superpotência militar depois do colapso soviético, os Estados Unidos são donos da mais poderosa esquadra do globo, que tem uma dúzia de porta-aviões gigantes, a maioria de propulsão nuclear. O país conta ainda com o maior arsenal nuclear e modernos armamentos operados por computadores e guiados por satélites

RUSSIA2. Rússia

Efetivo: 988 100 soldados

Gasto militar anual: 48 bilhões de dólares (333 dólares por habitante)

Armas nucleares: sim

O maior herdeiro da ex-URSS possui exército numeroso e pesquisa militar de ponta, mas tem poucos recursos para comprar equipamentos. A vocação por números astronômicos diminuiu: durante a Guerra Fria, a URSS chegou a ter 5,3 milhões de soldados – um recorde – e produziu mais de 70 mil tanques das séries T-54/T-55/T-62. Eles eram inferiores aos modelos ocidentais, mas podiam levar a melhor pela quantidade

CHINA3. China

Efetivo: 2 270 000 soldados

Gasto militar anual: 48 bilhões de dólares (37 dólares por habitante)

Armas nucleares: sim

O país mais populoso da Terra conta com bom número de armas nucleares e sempre teve Forças Armadas numerosas, mas o nível pouco sofisticado de sua indústria não permitia equipar as tropas com armas de última geração. Isso mudou recentemente: o salto econômico e a relativa abertura política das últimas duas décadas levaram a China a investir na modernização do arsenal

FRANÇA4. França

Efetivo: 260 400 soldados

Gasto militar anual: 38 bilhões de dólares (636 dólares por habitante)

Armas nucleares: sim

Para se proteger da ameaça comunista na Guerra Fria, os franceses criaram uma força nuclear própria com os três meios clássicos de lançar armas atômicas: mísseis em terra, em submarinos e em aviões. A indústria de defesa é uma das principais da Europa, produzindo tanques de ótima qualidade, como o Leclerc, e aviões clássicos como os das séries Mirage

uk5. Reino Unido

Efetivo: 210 400 soldados

Gasto militar anual: 35 bilhões de dólares (590 dólares por habitante)

Armas nucleares: sim

Até a Segunda Guerra (1939-1945), a Grã-Bretanha era a maior potência naval da Terra. Depois do conflito, a Marinha Real encolheu, mas ainda é uma das principais do mundo. O Exército sempre foi pequeno, mas é um dos mais profissionais do planeta, bem equipado com tanques, blindados de transporte de pessoal e uma parafernália de mísseis

CN6. Coréia do Norte

Efetivo: 1 082 000 soldados

Gasto militar anual: 4,7 bilhões de dólares (214 dólares por habitante)

Armas nucleares: sim

Assolado pela pobreza e pela fome, este país sustenta um dos estados mais militarizados do planeta. Envolvidos em disputas de território com a Coréia do Sul desde a década de 40, os comunistas do Norte contam com tropas numerosas com muito armamento convencional. Nas últimas décadas, o país desenvolveu tecnologia para produzir armas nucleares

India7. Índia

Efetivo: 1 298 000 soldados

Gasto militar anual: 13 bilhões de dólares (13 dólares por habitante)

Armas nucleares: sim

O segundo país mais populoso do planeta sempre esteve em briga com seus vizinhos muçulmanos. Hoje, o maior rival é o Paquistão, com quem disputa terras na região da Caxemira. As aguerridas tropas indianas estão entre as mais bem equipadas do Terceiro Mundo. Além de muitos soldados, a Índia tem armas nucleares e mísseis para transportá-las

PakistanFlag8. Paquistão

Efetivo: 620 000 soldados

Gasto militar anual: 2,5 bilhões de dólares (17 dólares por habitante)

Armas nucleares: sim

A maior potência militar muçulmana tem economia e população inferiores às da rival Índia, mas, para criar um “equilíbrio de terror” no sul da Ásia, o Paquistão também investiu em armas nucleares. Pouco se conhece sobre as armas atômicas ou sobre o tamanho do arsenal do país. Mas a existência da bomba dos dois lados da fronteira tem forçado Índia e Paquistão a uma convivência tensa – e “pacífica”, na medida do possível

coreia_bandeira9. Coréia do Sul

Efetivo: 686 000 soldados

Gasto militar anual: 12 bilhões de dólares (266 dólares por habitante)

Armas nucleares: não

Graças à proteção dos Estados Unidos, o país atingiu níveis econômicos, científicos e tecnológicos muito superiores aos do vizinho do norte. Por causa da crise com os comunistas, a Coréia do Sul mantém Forças Armadas poderosas em prontidão na fronteira, embora não tenha armas atômicas. O equipamento é de alta qualidade, comprado dos americanos ou desenvolvido localmente com ajuda ianque

bandeira-de-israel-37faf10. Israel

Efetivo: 161 500 soldados

Gasto militar anual: 9,4 bilhões de dólares (1 499 dólares por habitante)

Armas nucleares: sim

Pequeno e pouco populoso, Israel se envolveu em conflitos com os vizinhos árabes e resolveu se armar até os dentes. Para compensar a inferioridade numérica, os israelenses optaram por qualidade: suas tropas estão entre as mais bem treinadas da Terra, a Força Aérea dispõe de tecnologia de ponta e a experiência em combate fez o país desenvolver algumas das melhores armas disponíveis, como o tanque Merkava

Nasa descobre substância para formação de vida em amostras de cometa

Cientistas da Nasa (agência espacial norte-americana) descobriram glicina, elemento fundamental para a formação de vida, em amostras do cometa Wild 2 trazidas à Terra pela sonda Stardust em 2006, revelou hoje o Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da agência.

“A glicina é um aminoácido usado pelos organismos vivos para produzir proteínas e esta é a primeira vez que é encontrada em um cometa”, afirmou Jamie Elsila, do Centro de Voos Espaciais da Nasa.

nasa

“A descoberta apoia a teoria de que alguns ingredientes da vida surgiram no espaço e chegaram à Terra por meio do impacto de meteoritos e cometas”, informou um comunicado do JPL.

Carl Pilcher, diretor do Instituto de Astrobiologia da Nasa, afirmou que a descoberta também respalda a hipótese de que os blocos básicos da vida abundam no espaço e que a vida no universo é mais comum do que se acredita.

Os resultados da investigação dos cientistas foram apresentados durante uma reunião realizada pela Sociedade Química dos Estados Unidos em Washington no fim de semana passado e serão publicados em breve pela revista “Meteorites and Planetary Science”, disse o JPL.

A sonda Stardust atravessou uma densa nuvem e gases que rodeavam o núcleo de gelo do Wild 2 em janeiro de 2004.

Desde o princípio, as análises revelaram a presença de glicina nas amostras. No entanto, por esse ingrediente existir na vida terrestre acreditou-se que a malha estava contaminada.

“Era possível que a glicina achada tivesse se originado durante a manipulação ou fabricação da cápsula”, explicou Elsila.

As novas investigações, porém, descartaram a possibilidade, após usarem a análise isotópica, acrescentou.

 

Folha Online

Flickr acaba de ganhar um novo sistema de buscas por imagens

flickr-buscas-550x403

Conheço o Flickr desde o seu lançamento e digo seguramente que é um dos melhores sites, serviços e comunidades da internet. Apesar de ser maravilhoso, ele tinha um pequeno problema que até hoje não havia sido resolvido: a busca por imagens. Mas isso mudou! :-D

A partir de hoje, com o redesign executado — que teve o foco na melhoria da experiência do usuário —, a busca por fotos e vídeos no site se tornou um processo menos penoso, que conta com diversas opções direto na página de resultados.

Agora, eles são separados por relevância, interesse e tempo de publicação, permitem ajustes pelo tamanho das imagens e fornecem detalhes sobre as fotos. Nas opções avançadas, é possível ainda filtrar por imagens licenciadas, grupos, tags, fotógrafos, etc.

Estou impressionado com esta novidade e espero que outras estejam a caminho. ;-)

Google lança galeria com 28 temas diferentes para o Chrome

Conforme esperávamos, o Google lançou hoje a sua galeria de temas para o Chrome. Apesar de ela requerer uma versão de desenvolvimento do navegador ou um build recente do Chromium para ter algum proveito, trata-se de um grande começo para a gigante de buscas levar o conceito de extensões a sério, e estimular designers e desenvolvedores a ampliarem essa galeria.

google

No momento, 28 estilos diferentes estão disponíveis para download, e você pode obter mais informações sobre cada um deles ao clicar nas imagens. Ou então clicar direto no botão “Apply Theme” e usá-lo de uma vez. Um arquivo é baixado para o seu computador e você precisa apenas clicar sobre na área de downloads e confirmar a instalação.

Voltar ao visual padrão é bem simples, pois um menu fica disponível nas preferências do aplicativo. A parte mais incômoda fica no momento que você decidir remover algum tema do seu computador: é preciso digitar o endereço chrome://extensions na barra do browser e selecionar na lista qual item desinstalar, mas não é algo muito intuitivo para o usuário.

YouTube é mais acessado por homens

youtube--O público do sexo masculino está mais envolvido com os vídeos online do que o feminino. Entre os internautas que visitam o YouTube, site de vídeos do Google, 23% são homens e 15% são mulheres.  Esta é uma das conclusões de um novo estudo da empresa norte-americana de pesquisas Pew Internet sobre o uso de vídeos na internet nos Estados Unidos.

De acordo com a pesquisa, 62% dos norte-americanos consomem vídeos online, o que torna a atividade mais popular do que o acesso a redes sociais. Segundo um estudo recente da consultoria Forrester, 55,6 milhões de internautas acessam redes sociais nos Estados Unidos pelo menos uma vez por mês, o que representa um terço da população do país.

Os dados da Pew mostram que 46% dos internautas norte-americanos acessaram redes sociais eo menos uma vez e que 11% nunca atualizaram seus acessos em serviços como o microblog Twitter e a rede social Facebook.

A pesquisa realizada com 2.253 adultos sobre o consumo de vídeos na internet mostra que 35% dos internautas dos Estados Unidos já assistiram a um seriado completo de TV na web e que 89% os internautas com idade entre 18 e 29 anos assitem vídeos no YouTube, no Hulu ou em outros serviços similares, o que representa um crescimento de 72% em um ano.

Entre os usuários de celular, somente 14% assistiram a vídeos online de seus aparelhos. Outro dado mostra que entre os consumidores de TV ou filmes online 23% acabaram conectando o PC à televisão.

Gmail agora envia emails de outras contas através de servidores de terceiros

gmailSe você recebe mais de um email pela sua conta do Gmail, é bem provável que já tenha utilizado a opção que o Google dá de enviar emails com o campo From: indicando a conta que você quiser. Na aba Accounts das configurações do serviço é possível não só pedir que ele baixe mensagens via POP3, como também especificar certas contas de envio.

Isso sempre funcionou muito bem, mas não era perfeito devido a um detalhe que poucos talvez já tenham notado: a depender do servidor ou cliente de emails de quem receber uma mensagem sua, o Google era obrigado a adicionar a informação sobre a sua conta original no Gmail porque o envio era feito pelos seus próprios servidores. Assim, ele evitava que certos servidores encaminhassem as suas mensagens para spam, já que usar servidores alheios é uma técnica bastante explorada por malfeitores.

Mulher é processada em US$ 50 mil por crítica feita no Twitter nos Estados Unidos

twitter_logocpiaUm post no Twitter levou a uma ação judicial e pode custar caro para Amanda Bonnen, que mora em Chicago.

Em seu microblog, Bonnen difamou uma imobiliária com o seguinte post em maio: “Quem disse que dormir em um apartamento mofado é ruim para você? Horizon realmente acha que é OK”, segundo informa o tabloide Daily Mail.

O Horizon Group Management LLC entrou com uma ação indenizatória e quer 50 mil por danos morais.

A conta da usuária no Twitter (@abonnen) não existe mais. Vocês acham que a imobiliária está certa?

Você já foi vítima de perseguição virtual?

internet1355ac0gf5Você já foi vítima de cyberstalking? Você já se deparou com um usuário na rede que acessa sempre a sala de chat em que você está e lá faz questão de insistentemente enviar mensagens provocativas a você? E aquela pessoa que bisbilhota todo o santo dia seu perfil no Orkut? Ou com aquele que lhe dá “Boa Noite, durma com meus anjos!” toda a noite no Twitter? Tudo isso gera uma certa insegurança e incomoda? Lógico que sim! Mas o que é isso afinal?

Diferente do cyberbulling, em que se tem uma ação ativa do agente, que provoca, ridiculariza, ofende e difama a vítima, por escritos, publicação de vídeos ou fotos, estamos falando do stalking, onde a violência é “sutil”, e muitas vezes só perceptível à própria vítima. Algo em comum? Ambas as práticas almejam abalar o “psicológico” da pessoa. Cyberstalking, nada mais é do que a versão digital do stalking (caçada, do inglês), uma forma de violência suave, que atua à margem da Lei e na linha tênue que separa um elogio, aproximação ou manifestação com segundas intenções difamatórias e de abalo ao subconsciente e paz interior da pessoa, a chamada “marcação cerrada”.

Microsoft e Yahoo anunciam parceria em buscas na internet

Yahoo fecha parceria com Microsoft, dona do buscador Bing

Yahoo fecha parceria com Microsoft, dona do buscador Bing

A Microsoft e o grupo internet Yahoo! anunciaram nesta quarta-feira um acordo de parceria destinado a melhor concorrer com a Google em pesquisas na internet, prevendo associar a tecnologia Microsoft à força de venda publicitária do Yahoo.

O acordo permite que a Microsoft tenha acesso ao segundo buscador mais acessado da internet, o Yahoo Search. Com isso, as empresas unem forças para tentar barrar o crescimento do concorrente Google.

O Yahoo aceitou o acordo após enfrentar alguns anos de problemas financeiros. A empresa tenta se recuperar da crise que sofreu em 2008, quando quase foi vendida para a Microsoft, por U$ 47,5 bilhões.

A Microsoft, que já possui o sistema de buscas Bing, deseja aumentar o número de acessos para melhorar seu mercado publicitário e sua participação na internet.

Aprenda a criar pastas protegidas com senhas no Windows XP

windows_xp_logoQuer evitar que seus documentos caiam nas mãos erradas? Aprenda neste tutorial como proteger seus diretórios com senhas pessoais.

Na vida real ou virtual, basta que você decida ter acesso exclusivo a algo para que uma fechadura ou uma senha especial barrarem estranhos.

Por que com o Windows teria que ser diferente? Os motivos para que o usuário proteja pastas com senhas são os mais diversos.

Você pode usar um PC compartilhado, querer proteger informações confidenciais ou apenas contar com dados fundamentais que você não pode se dar ao luxo de perder.

Independente da opção, é bom aprender que o sistema operacional da Microsoft oferece a opção de trancar informações.

A função que protege seus dados estipulando senhas para pastas, no entanto, nunca foi comum ao Windows – apenas na versão XP o usuário se deparou com a possibilidade.

A falta de idéia que muitos usuários têm sobre a função se explica pelo fato de a Microsoft não permitir a definição de uma senha diretamente no diretório – todo o sistema é feito por meio da compactação de arquivos.

O processo é simples. Crie uma nova pasta no seu disco rígido para organizar todos os documentos que deverão ficar longe dos olhos alheios.

Após terminar sua seleção, selecione todos os documentos e, após apertar o botão direito do mouse sobre o grupo, escolha a opção “Pasta Compactada” dentro do menu “Enviar para”.

A pasta zipada será criada instantaneamente no mesmo diretório onde estão os arquivos originais.

Antes de estipular a senha, vale um lembrete: caso os documentos sejam realmente necessários, seria sensato guardá-los em outra mídia, no freqüente caso dos usuários se esquecer da senha definida.

“Hannah Montana” e “King of Fighters XII” vêm ao Brasil

Miley CyrusAs distribuidoras Positivo Informática e NC Games anunciaram o lançamento de “Hannah Montana: O Filme” e “The King of Fighters XII”, respectivamente. O primeiro é para PC e custa R$ 49,90, enquanto o outro título é para Xbox 360 e PlayStation 3, com preço sugerido de R$ 299,90.

Sucesso nas TVs e cinemas, as aventuras de Hannah Montana inspiradas no mais recente filme chegam ao PC. Os fãs podem assumir o papel de Hannah Montana ou Miley Stewart enquanto ela volta para sua cidade natal Crowley Corners no intuito de redescobrir suas raízes.

Miley Stewart é uma adolescente de 14 anos com questionamentos e anseios comuns a qualquer menina de sua idade. Empenhada em conseguir boas notas e disposta a impressionar o rapaz de quem gosta, adquire uma “identidade secreta” quando sobe no palco para cantar, e sofre uma autêntica transformação: Miley Stewart se torna a estrela pop Hannah Montana.

Os jogadores podem interpretar 11 sucessos, incluindo cinco novas músicas do filme, em seis diferentes palcos. Dividido em etapas, os locais de shows e músicas são desbloqueados na medida em que o jogador consegue completar missões e conquistar os acessórios necessários para fazer as apresentações.

Luta em alta definição

king of

Já “The King of Fighters XII” é o mais recente episódio do game de luta da SNK Playmore e, além dos fliperamas, terá edições para o Xbox 360 e PlayStation 3. Mantendo o estilo visual e a mecânica de jogo em 2D, o game conta com gráficos retrabalhados em alta definição. Entre os personagens confirmados estão Kyo Kusanagi, Ash Crimson, Kim Kap Hwan, Athena, Benimaru Nikaidô, Terry Bogard, Leona, Ralph Jones, Ryo Sakazaki, Robert Garcia e Shen Woo.

O game inclui novos sistemas de luta, como o Guard Attack, que permite passar da defesa para o ataque rapidamente, pegando o oponente de surpresa; a anulação de golpes, que acontece quando os ataques dos lutadores se tocam ao mesmo tempo; e o estalelamento na parede, que permite fazer seqüências de golpes maiores.

Os jogos podem ser encontrado em estabelecimentos especializados e em grandes lojas de varejo, como Carrefour, FNAC, Lojas Americanas, Saraiva, Submarino e Wal-Mart.

Carros: Kia Soul mostra qualidades e abusa da ousadia para agradar a diferentes públicos

Dez anos após ficar conhecida como montadora de um veículo rústico, mas de custo relativamente baixo e com aptidão para o trabalho, o utilitário Besta, a coreana Kia tenta agora mudar ao menos parte de sua imagem no país. Para isso, apresentou na última sexta-feira o Soul, com apelo moderninho e milionária estratégia de marketing: o modelo já está na maioria das 125 lojas da rede no Brasil e aparece a todo momento na mídia, como “garoto-propaganda” de reality-show ou estrela de comerciais em jornais, revistas e na televisão.

Formas ousadas, frente pronunciada e carroceria retilínea garantem impacto ao Soul, mesmo com pintura convencional (na foto, o branco Clear White): preços começam em R$ 51.490

Formas ousadas, frente pronunciada e carroceria retilínea garantem impacto ao Soul, mesmo com pintura convencional (na foto, o branco Clear White): preços começam em R$ 51.490

O objetivo da marca é aumentar sua participação no mercado em 25% até o final de 2009, vendendo agora modelos com maior requinte, tecnologia… e beleza. O Soul é um dos pilares da nova fase, junto com a nova geração do sedã Cerato, que chega em breve. Misto de hatch e monovolume — é classificado como crossover pelo departamento de vendas da marca e de “carro-design” pela turma da publicidade –, chega em lote inicial de 700 unidades mas com fôlego para alcançar 3.000 até o fim do ano. Se tudo correr bem, deixará de ser importado da Coreia para ganhar vida em fábrica a ser inaugurada no Uruguai; com mais sorte ainda, poderá ser feito por aqui, quando e se a unidade de Salto (SP) ganhar vida.

New York Times: ‘Ser humano pode perder controle sobre máquinas’

0,,21486915-FMM,00

Aeronave militar não tripulada empregada na guerra do Afeganistão ainda precisa de controles humanos.

John Markoff Do ‘New York Times’

Um robô capaz de abrir portas e encontrar sozinho tomadas elétricas para se carregar. Vírus de computador implacáveis. Pequenas aeronaves que, apesar de ainda controladas por seres humanos, chegam perto de uma máquina com autonomia para matar.

Impressionado e alarmado pelos avanços na área de inteligência artificial, um grupo de cientistas da computação está debatendo se deve haver limites nas pesquisas que possam levar à perda do controle humano sobre sistemas computacionais cada vez mais usados na sociedade de hoje – de guerras a conversas por telefone com clientes.

A preocupação é que avanços maiores possam criar perturbações sociais profundas, com perigosas consequências.

Como exemplos, os cientistas apontaram uma série de tecnologias bastante diversas – de sistemas médicos experimentais que interagem com pacientes simulando empatia, até vírus de computador implacáveis que poderiam representar o estado “primitivo” da inteligência mecânica.

Os pesquisadores – importantes cientistas da computação e pesquisadores sobre inteligência artificial e robótica que se reuniram em Asilomar, em Monterey Bay, Califórnia – descartaram a possibilidade de superinteligências altamente centralizadas e a ideia de que alguma inteligência possa “brotar espontaneamente” da internet. No entanto, eles concordam que robôs com autonomia para matar já existem, ou chegarão num futuro bem próximo.

Continuar lendo

IMAGEM DO DIA: Inteligência Artificial

0,,21486918-EX,00
Robô se liga, sozinho, na tomada, quando precisa de recarga.
(Foto: New York Times)

Loucuras da rede: ‘A vida após a morte nos blogs’

A mais pura verdade: As pessoas morrem, mas seus blogs continuam.

Foi engano

Elaine SantosNo começo do mês de Junho, a blogueira Elaine Santos (foto) ganhou em apenas dois dias mais de 700 seguidores no Twitter. O motivo não foi uma promoção imperdível anunciada no perfil ou frase genial criada por ela no microblog, mas sim uma viagem à França: como ela embarcou no dia 31 de maio, muitos acharam que Lalai, de 36 anos, estava entre as vítimas do acidente com o voo 447 da Air France. Por isso, passaram a segui-la no Twitter.

Depois que descobriram que estava viva, os novos seguidores debandaram. De qualquer forma, ela acredita que vem ganhando mais “followers” do que antes do acidente: os então 2,8 mil somam agora mais de 3,7 mil.

O estudante Erik Wiliam Lopes, de 14 anos, passou por situação parecida com a de Lalai, mas no Orkut. Após um desconhecido divulgar na rede de relacionamentos que o jovem havia morrido, ele recebeu cerca de 200 recados no estilo “descanse em paz”. Além disso, teve diversas solicitações de pessoas que tentavam adicioná-lo, mesmo achando que o estudante estava morto.

Para que passar a seguir um novo perfil se, teoricamente, ele nunca mais será atualizado?

Blogs de pessoas falecidas

Texto de Alex Castro

Os amigos do morto vão ao blog e ainda não acreditam no que aconteceu. É como se esperassem um novo post a qualquer momento. Daqui a pouco, vocês vão ver, ele vai falar do Zeca Pagodinho ou do caso da Luma e do bombeiro.
Mas, dia após dia, nenhum post novo.
Finalmente, alguém faria o primeiro comentário. Talvez um aviso (olha só, gente, o fulano morreu anteontem) ou um desabafo (cara, não acredito que você morreu!), quem sabe até uma mensagem à família (meus pêsames nesse momento etc).
Uma vez feito o primeiro, o dique estaria aberto. Os amigos do morto iriam começar a conversar entre si através dos comentários, consolando um ao outro, trocando anedotas do falecido, postando fotos.
O e-mail avisando da missa de sétimo dia iria incluir um link para o blog. Os pais ou esposa postariam alguma mensagem.
Um verdadeiro velório virtual.
Com o passar dos anos, os amigos não apagariam o blog dos seus favoritos. Voltariam lá quando sentissem saudades do falecido. Releriam velhos posts, cheios de vida e alegria. Confeririam os novos comentários. E, nas datas comemorativas, aniversário de morte ou de nascimento, o blog seria o ponto de encontro de uma verdadeira romaria virtual de saudosos.
Nada disso é teoria. Já está acontecendo em centenas de blogs ao redor do mundo.

Uma decisão difícil

Há tempo a febre de fazer perfis em blogs e outros sites de relacionamento. Dentre estes podem ser citados o Orkut, Blogger, Fotolog, Flickr e o recente Twitter. O que fazer com perfis quando o ente querido morre é um assunto que a família deve refletir bem, afinal, porque apagar algo construído com atenção e carinho de quem se foi.

Robson Batista: Ficamos por aqui com a primeira edição do “Loucuras da Rede”. Acompanhe diariamente o Todo Canal Plus.